Como escolher a base de apoio offshore para as operações de O&G?

base de apoio offshore
7 minutos para ler

Muitas vezes tratada como decisão menos prioritária, a base de apoio offshore é uma parte fundamental do funcionamento de empresas no setor de Oil & Gas.

Você sabia que o suporte certo pode significar mais eficiência para a gestão de recursos em navios, plataformas e parques eólicos offshore durante essa rotina operacional?

Convidamos Diogo Salomão, gerente comercial da Base de Apoio Offshore da Wilson Sons, para ir mais a fundo no assunto e discutir sua relevância em mercados muito competitivos. Veja o que é esse serviço, seus benefícios e os diferenciais da WS.

A base de apoio offshore e sua importância para o setor de O&G

Bases de apoio offshore são serviços prestados por departamentos de empresas ou negócios independentes contratados que se propõem a ser uma conexão entre a administração em terra e suas unidades marítimas.

É essa ponte a responsável por garantir a disponibilidade de equipamentos, recursos e consumíveis necessários para que tudo funcione como esperado, com eficiência operacional e sem risco de interrupções.

Essa, porém, é uma via de mão dupla. É responsabilidade da base de apoio offshore receber e gerir os resíduos oriundos dessa exploração até a destinação final, atendendo a todas as normas sanitárias e ambientais vigentes no país.

“Adicionalmente, uma base de apoio de alto nível deve ter padrão de excelência em SMS de forma a contribuir para a cultura e resultados dos projetos de operadoras de petróleo”, complementa Diogo. “O porto deve atuar como a principal barreira de segurança, identificando desvios e garantindo a aderência dos equipamentos, materiais e atividades aos procedimentos.”

Os benefícios de contar com uma parceria

Quanto melhor for a qualidade do serviço prestado pela base de apoio, mais a unidade offshore se sente tranquila para desempenhar o máximo de seu potencial.

Para escolher o melhor serviço, é preciso ter em mente o que ele traz na prática para a empresa como um todo. Segundo o gerente comercial no setor, são 2 pontos principais que aumentam ainda mais a importância de investir nas parcerias certas:

  1. um padrão elevado de gestão de apoio aumenta a segurança nas operações em unidades marítimas, com um fornecimento contínuo e racionalizado de recursos além da garantia de boas condições para materiais e equipamentos movimentados;
  2. com toda essa preocupação operacional por conta de uma empresa confiável, é possível focar mais o esforço de profissionais-chave no core business — sem precisar dedicar tempo e pessoal em logística e controle de qualidade.

Isso significa que o apoio de uma parceira que preste esse serviço torna o papel dos diretores mais estratégico. Quanto menos da questão operacional estiver sobre seus ombros, mais eles podem focar nas operações offshore e em como consolidar o negócio com soluções inovadoras e posicionamento de marca.

Os pontos para escolher uma boa base de apoio

A escolha correta do serviço de apoio é fundamental para o sucesso da operação. Assim, para tomar uma boa decisão, a pessoa responsável por essa contratação precisa pesquisar alguns fatores determinantes que apontam os melhores serviços disponíveis no mercado. Veja quais são.

Histórico da empresa

A melhor forma de prever o que uma empresa parceira pode fazer por você é analisar como ela já lidou com empresas do setor no passado.

Como contratos anteriores foram feitos, propostas, missões e valores de cada negócio, assim como a opinião de clientes antigos, podem dar uma ideia de como essa marca consolidou sua posição no mercado até o presente.

Projetos e compromissos atuais

Um passado brilhante nem sempre aponta um futuro promissor. Depois de uma pesquisa profunda sobre o histórico dessas empresas e de seus serviços, é hora de analisar se buscam a inovação e a evolução que você espera para o seu próprio negócio.

Analisar propostas de contrato e contatar clientes atuais são boas ideias. Uma conversa cara a cara com os representantes também ajuda no seu feeling de seriedade, compromisso e preocupação com a qualidade.

Outro elemento apontado por Diogo é ficar de olho na disponibilidade de cada alternativa no mercado, “sendo impreterível a análise sobre a capacidade do porto em absorver mais um projeto, de modo a assegurar a fluidez do sistema logístico”.

Custo-benefício

Em momentos de crise no setor de O&G, como o resultante da pandemia de Covid-19, é comum que novos entrantes tentem ganhar espaço de mercado de forma rápida e muitas vezes inconsequente.

Por isso, é importante entender a diferença entre preço e valor. Muitas vezes, a economia em contratos mais baratos pode se tornar um grande prejuízo lá na frente, quando a instabilidade do serviço comprometer a produtividade e a segurança da unidade offshore.

Assim, é vital ter cuidado redobrado com os dois itens anteriores. A certeza de um bom serviço, de padrões altos de SLA e da busca constante por inovação logística vai sempre ser vantajosa mesmo com um preço mais elevado.

Os diferenciais da base de apoio offshore WS

Nós temos tranquilidade de falar sobre benefícios e pontos que precisam ser analisados para a melhor escolha porque já vimos muito no tempo que a WS está no mercado de base de apoio offshore.

A WS Offshore Support Bases (WS-OSB) é a pioneira no Brasil em se tratando de base privada, com 21 anos de atuação — desde o marco regulatório de E&P no Brasil.

Nessa trajetória, já são mais de 22 operadoras e 47 campanhas atendidas no país, em importantes projetos exploratórios bem como em suporte às unidades de produção.

Atualmente, a WS-OSB tem a maior disponibilidade de atracação da baía da Guanabara, além de ser classificada pela DuPont como Empresa de Classe Mundial em Segurança — patamar conquistado pelo nosso Sistema de gestão SMS inovador.

Gerenciamento de Resíduos

Além de uma qualidade de serviço com a credibilidade do Grupo Wilson Sons no mercado, um ponto diferencial importante de ser apontado é a eficiência do nosso processo de Gerenciamento de Resíduos.

A grande preocupação nesse sentido para empresas O&G está na destinação propriamente dita dos resíduos provenientes de unidades marítimas e na gestão do backlog documental para prestação de contas ao IBAMA e conformidade legal.

Segundo Diogo, esse é um dos maiores focos da WS-OSB atualmente: “foi pensando nessas dores das IOCs que desde 2012 a WS-OSB implementou um departamento exclusivamente dedicado a esse serviço, chamado de GSA — Gerência de Serviços Ambientais”.

Além do redesenho de processos e sistemas de controle, a empresa investiu em um software próprio para dimensionamento e acompanhamento do fluxo de documentação atrelado ao gerenciamento de recursos.

Como o próprio Diogo afirma com propriedade, “o nosso serviço passou por importantes reformulações, alcançando o nível de excelência reconhecido pelo mercado”.

Em se tratando de base de apoio offshore, esse tipo de comprometimento pesa muito. Com um bom suporte para a operação, empresas no mercado de Óleo & Gás podem focar no que realmente importa: o crescimento e a consolidação de sua marca.

Que tal então conhecer mais do serviço de apoio offshore da Wilson Sons? Acesse agora o site da Wilson Sons e entre em contato!

Você também pode gostar

Deixe um comentário