Conheça o seguro de cascos marítimos e sua importância no transporte de cargas

seguro de cascos
6 minutos para ler

Quem trabalha com navegação sabe que o cuidado com as embarcações e o conteúdo delas deve ser geral. Tudo está alinhado com um objetivo comum, e todas as partes do navio devem estar seguradas e em perfeito funcionamento. 

Garantir que as embarcações sejam recuperadas ou, até mesmo, reconstruídas, em caso de perda total e/ou avaria particular, é o objetivo do seguro de cascos marítimos. E isso sem prejuízos para os donos de navios atuantes no segmento de transporte de cargas por água.

Neste post, vamos abordar um pouco da história desse serviço. Também falaremos sobre quais são suas principais coberturas, os riscos ao transporte marítimo que o tornam necessário e, ainda, o impacto que existe até mesmo na eventualidade de haver demanda por um seguro de cargas internacionais.

Para isso, contamos com o apoio da gerente de seguros do Grupo Wilson Sons, Poliana Ituassu. Mergulhe fundo!

O que é o seguro de cascos marítimos?

No ramo da navegação, o seguro é um elemento histórico, que vem desde os tempos da antiguidade, quando os barcos navegavam nos mares Egeu e Mediterrâneo. Sua função é, basicamente, garantir que perdas causadas por danos nas embarcações sejam repostas sem que o proprietário tenha prejuízos ou, até mesmo, a perda total do seu meio de transporte.

Naquela época, o funcionamento era parecido com o de uma cooperativa nos dias de hoje: quem perdesse um navio teria a construção de uma nova embarcação garantida pelos demais navegadores participantes da viagem. Afinal, um dependia do outro para o sucesso do comércio exterior, que se dava apenas pelas águas e tinha o transporte marítimo como um dos personagens principais.

O primeiro contrato de seguro nos moldes atuais foi firmado em 1347 e, desde então, sua essência mudou muito pouco. “O seguro marítimo é um ramo bem tradicional, e suas condições gerais não mudam desde 1983″, explica Poliana. 

“As melhorias e oportunidades ficam por conta das coberturas adicionais que vão sendo incluídas e/ou adaptadas para garantir as novas exposições e riscos identificados, como perda de receita (Loss of Hire), pirataria e ataque cibernético”, complementa a gerente.

Quais são as principais coberturas do seguro de cascos?

Além da história, convém entender quais são as principais coberturas disponíveis para os seguros. Acompanhe!

Casco & Máquina (Avaria Particular ou Perda Total)

Essa cobertura é direcionada a danos causados à embarcação em razão de um evento de causa, súbita e imprevista. Por exemplo: abalroamento e quebra de máquina.

Assistência e Salvamento

Remuneração ou recompensa devida a quem tenha salvado ou participado do objeto segurado em situação de grave perigo. A cobertura é avaliada caso a caso e está diretamente relacionada à investigação da situação de perigo.

Avaria Grossa

Esse seguro de carga no transporte marítimo tem cobertura destinada a compensar dano ou gasto adicional extraordinário, feito com o propósito deliberado de salvar — a aventura marítima —o máximo possível do navio ou da carga transportada.

Guerra e Greve

Direcionada a danos causados à embarcação em virtude de atos de guerra, apreensão, arresto, prisão ou detenção, locaute, comoção civil, confisco ou desapropriação.

Seguro de Construtores Navais

Cobertura para garantir tanto o casco quanto máquinas usadas na construção de embarcações em função de prejuízos/danos causados aos bens e, incluindo verba para remoção de destroços, poluição ou, ainda, reflutuação/remoção do casco afundado. Também garante reembolso para indenizações devidas a outras pessoas prejudicadas por esses sinistros.

Por que contratar esse tipo de seguro?

O transporte marítimo é uma atividade profissional que, assim como qualquer outra, tem os seus riscos. Por isso, contar com um seguro que cubra eventuais danos às embarcações é algo fundamental para quem atua no ramo.

“Acredito que o maior risco que se enfrenta na ausência de um bom seguro de casco é o armador — ship owner — não ter a capacidade financeira necessária para cobrir despesas incorridas e aos custos adicionais envolvidos no evento, podendo ter dificuldade para suportar o devido reparo da embarcação e garantir a retomada operacional em tempo hábil”, pondera Poliana.

Tendo isso em conta, a principal razão para contratar o seguro é, justamente, fazer a transferência do risco para o mercado segurador, garantindo uma previsibilidade e conforto em relação à saúde financeira do armador. Afinal, dessa forma, eventuais perdas e exposições são minimizadas e cobertas pelo seguro contratado.

Riscos mais frequentes

Quando se fala em riscos no transporte marítimo, os principais são garantidos pela cobertura básica (casco e máquina), especialmente os danos causados em decorrência do abalroamento e quebra de máquina.

No entanto, há situações em que há um prejuízo maior. Se ocorre o encalhe de uma embarcação, a própria carga também pode ser perdida, por exemplo. Nesse caso, eventuais danos às mercadorias transportadas podem estar protegidos por dois seguros:

  • cobertura de Avaria Grossa — está diretamente relacionada à participação e responsabilidade do armador na guarda da carga;
  • cobertura de P&I (Protection & Indemnity) — aplicável para garantir o ressarcimento de danos a terceiros. É o seguro usado, por exemplo, nos casos em que a carga é danificada ou contaminada durante a viagem. Sendo comprovado que o dano foi de responsabilidade do armador, a cobertura pode ser acionada.

Como a Wilson Sons pode ajudar com agenciamento marítimo?

Contratar uma boa agência marítima é fundamental para garantir uma excelente assistência nos variados serviços que envolvem as atividades do segmento, desde a liberação de peças até a emissão de certificados, contato com fornecedores e autoridades portuárias, angariação de cargas, entre outros serviços.

A Wilson Sons Agência Marítima é uma das melhores alternativas do mercado, por estar presente nos principais portos brasileiros, com 18 filiais espalhadas pelo país. Além dos serviços de atendimento e representação comercial, a empresa atua em outras esferas do agenciamento marítimo — shipping agency —, como inteligência portuária e de mercado — e, também, serviços online.

Neste artigo, procuramos abordar um dos principais pontos do transporte de cargas marítimas: o seguro de cascos. Essa prática bastante antiga é essencial até os dias de hoje para garantir a tranquilidade tanto dos profissionais da navegação quanto das empresas que enviam suas cargas por meio de embarcações e, também, dos clientes, que aguardam o recebimento dos itens, muitas vezes, do outro lado do mundo.

Entre em contato com a Wilson Sons e conheça mais sobre o nosso trabalho agora mesmo!

Você também pode gostar

Deixe um comentário